Siga nossas redes!

Já ouviu falar do foto envelhecimento?

Saúde Física

O processo natural de envelhecimento da pele é influenciado por fatores intrínsecos herdados, fatores ambientais como a exposição crônica aos raios ultravioleta (UV) do sol e hábitos como o tabagismo.

O envelhecimento induzido pelos raios UV, ou fotoenvelhecimento, é o principal fator extrínseco que contribui para o envelhecimento da pele e é caracterizado pela ocorrência prematura de sinais de envelhecimento. Diversas características hereditárias podem influenciar a severidade do fotoenvelhecimento, sendo a tonalidade da pele a mais marcante.
O gene FBXO40 está ligado à via de sinalização do fator de crescimento IGF1. Essa via desempenha um papel importante em processos inflamatórios e está envolvida na formação de tecido muscular. Uma variante alélica no SNP rs322458, localizado próximo ao gene FBXO40, está associada ao risco de fotoenvelhecimento

A busca crescente por procedimentos que atenuem os sinais dos anos fez surgir uma série de opções para tratar os mais diversos incômodos. Enquanto essa variedade é ótima, ela também simboliza o quanto damos preferência pelas opções que corrigem esses detalhes, e não por aquelas que podem atuar de maneira preventiva, a fim de evitá-los.

A verdade é que envelhecer faz parte do processo da vida e não há técnicas atuais que impeçam isso. O que existe são métodos pensados para auxiliar você a retardar o aparecimento de rugas e linhas de expressão, sinais de flacidez e manchas, como o tratamento para gerenciamento do envelhecimento.

Com ele, nós procuramos atuar de diferentes maneiras: na prevenção, a fim de manter a firmeza e características da derme; na amenização, tratando os primeiros sinais da idade; na manutenção da beleza de cada paciente, realçando as suas características naturais.

Esse tratamento é pensando para quem deseja tomar certos cuidados e procura por um acompanhamento que oriente as práticas e hábitos ideais, sendo mais fácil manter a jovialidade da cútis.

Como ocorre o processo de envelhecimento da pele

Apesar de normal, entender o que acontece com a nossa pele é importante para que possamos definir quais métodos funcionam melhor para mantê-la tonificada e viçosa.

O envelhecimento da pele é uma consequência de fatores diversos. Por um lado, temos aspectos próprios do nosso organismo, como pré-disposições genéticas, a redução natural do colágeno e afins. Pelo outro, sofremos a influência de agentes externos, como a exposição solar, e de maus hábitos, como a pouca ingestão de líquidos e má alimentação.

Todas essas características contribuem para o desgaste da pele e, consequentemente, para o surgimento dos sinais da idade. Aos 20, nosso corpo sofre as primeiras perdas de antioxidantes; aos 30, a produção de colágeno é reduzida; aos 40, o ciclo celular é reduzido, e os sinais se tornam mais perceptivos; aos 50, a pele está mais ressequida, consequência da falta de hidratação.


Sugestões:
Quando se apresenta um genótipo de maior risco de fotoenvelhecimento. A melhor prevenção contra o fotoenvelhecimento é o uso regular do protetor solar. Além de evitar lesões solares, ele protege a pele contra danos mais profundos, vermelhidão, manchas e alergias.


Referências bibliográficas:
CLERC, Sigrid Le et al. A Genome-Wide Association Study in Caucasian Women Points Out a Putative Role of the STXBP5L Gene in Facial Photoaging. Journal Of Investigative Dermatology,
[s.l.], v. 133, n. 4, p.929-935, abr. 2013. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1038/jid.2012.458.

Artigos Relacionados

Faça parte da lista de conteúdo exclusivos.

Preencha o formulário abaixo para receber os conteúdos.

💬 Precisa de ajuda?