Siga nossas redes!

Eficácia das dietas low fat e high fat

Saúde Física

Dietas que resultam em um consumo energético inferior à quantidade de calorias gastas pelo organismo são denominadas hipocalóricas e se destinam, principalmente, à perda de peso. Nessa categoria, existem as dietas low fat, em que a quantidade de gorduras corresponde de 20% a 25% das calorias ingeridas, e high fat, em que 40% a 45% das calorias da dieta são compostas de gorduras.

Além dos conhecidos aspectos relacionados à alimentação e ao grau de sedentarismo, características genéticas também podem influenciar na perda de peso e na forma como cada indivíduo responde a diferentes dietas. A escolha de uma dieta personalizada pode potencializar os resultados almejados.

O gene TCF7L2 é expresso nas células beta pancreáticas e desempenha um papel essencial para a transcrição do gene pró-glucagon e síntese de GLP-1, um hormônio intestinal que aumenta a secreção de insulina, diminui o esvaziamento gástrico e atua na regulação do apetite, da saciedade e da adiposidade.

Um estudo com indivíduos obesos identificou que o SNP rs7903146 pode modificar a resposta a determinadas dietas, sendo que, para indivíduos com o genótipo TT, a dieta high fat se mostrou menos eficaz para a perda de peso em comparação com a dieta low fat.

Indivíduos que apresentam apenas uma ou nenhuma cópia desta variante (T) respondem de forma
semelhante a ambas as dietas.


Sugestões:

Quando se apresenta um genótipo que responde de forma similar às dietas low fat e high fat e provavelmente pode se beneficiar de ambas as dietas para a perda de peso. Ainda assim, a prática regular de exercícios físicos e a escolha dos alimentos que compõem a dieta também são fatores importantes para o alcance dos resultados desejados.


Referências bibliográficas:
GRAU, Katrine et al. TCF7L2 rs7903146–macronutrient interaction in obese individuals’ responses to a 10-wk randomized hypoenergetic diet. The American Journal Of Clinical Nutrition,
[s.l.], v. 91, n. 2, p.472-479, 23 dez. 2009. Oxford University Press (OUP). http://dx.doi.org/10.3945/ajcn.2009.27947.
PILGAARD, K. et al. The T allele of rs7903146 TCF7L2 is associated with impaired insulinotropic action of incretin hormones, reduced 24 h profiles of plasma insulin and glucagon, and increased hepatic glucose production in young healthy men. Diabetologia, [s.l.], v. 52, n. 7, p.1298-1307, 14 mar. 2009. Springer Science and Business Media LLC.
http://dx.doi.org/10.1007/s00125-009-1307-x.
A GRANT, Struan F et al. Variant of transcription factor 7-like 2 (TCF7L2) gene confers risk of type 2 diabetes. Nature Genetics, [s.l.], v. 38, n. 3, p.320-323, 15 jan. 2006. Springer
Science and Business Media LLC. http://dx.doi.org/10.1038/ng1732.

Artigos Relacionados

Faça parte da lista de conteúdo exclusivos.

Preencha o formulário abaixo para receber os conteúdos.

💬 Precisa de ajuda?